AJUDE O BLOG - COMPRE LIVROS NO LINK

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Ronaldo Costa Couto - Matarazzo






A Editora Planeta publicou há algum tempo, a biografia da Família Matarazzo de autoria de Ronaldo Costa Couto, em 2 volumes, o primeiro com o título de A Travessia e o segundo como título de O Colosso Brasileiro. Os dois volumes são encontrados em bancas de jornal em São Paulo por apenas R$ 9,90, não deixe de conferir este capítulo da história do Brasil. veja a sinospe abaixo:




A publicação de Matarazzo ilumina a biografia de um dos mais importantes e instigantes personagens da história do desenvolvimento brasileiro: Francesco Matarazzo. A decisão de desenvolver pesquisa e livro sobre os Matarazzo surgiu em Brasília, no final de 1999, em encontro ocasional do autor com o então ministro A. Andrea Matarazzo, sobrinho-bisneto do conde Matarazzo. Consultado, ele informou que há muito considerava essencial esse registro e se dispôs a abrir caminhos para acesso aos membros de sua família, arquivos, documentos e demais fontes de informação. Nos 55 anos de vida e trabalho no Brasil, Francesco acompanhou e participou de mudanças decisivas na sociedade e na economia. Algumas vezes foi protagonista. O país era quase exclusivamente agrário, quando ele chegou, em 1881. Importava até manteiga de leite e banha. Viveu intensamente e foi pioneiro e destaque na guerra pela industrialização. Criatividade, visão de negócios, arrojo e muito trabalho, aliados a muita sorte, levaram o pequeno comerciante italiano de Sorocaba a se tornar o maior empreendedor brasileiro do século XX. Para escrever Matarazzo, Ronaldo Costa Couto pesquisou e estudou a fundo a história da família, que contextualizou na história italiana e na brasileira. Durante cinco anos, gravou mais de 150 entrevistas, mergulhou em vasta bibliografia, vasculhou documentos no Brasil e na Itália. Tudo começou na pequena Castellabate, Província de Salerno, sul da Itália, onde Francesco Matarazzo nasceu.

O primeiro volume da saga da família intitulado A travessia, parte da origem dos Matarazzo, a história italiana, a vinda de Francesco para o Brasil, os primeiros nove anos em Sorocaba, a mudança para São Paulo em 1890, a consolidação da fortuna, a afirmação como grande empreendedor e líder empresarial. Estende-se até 1911, ano de fundação das Indústrias Reunidas Fábricas Matarazzo-IRFM, que vão congregar centenas de indústrias e muitas outras atividades.

O segundo volume intitulado Colosso brasileiro, conta vida e obra de Matarazzo e família até a morte do patriarca e fundador do conglomerado, que parou São Paulo no início de 1937. A acelerada expansão e diversificação das indústrias e de outros negócios no país e no exterior, a consolidação da fortuna mítica, uma das maiores do planeta. Muita história do Brasil, muitas histórias de vida e episódios surpreendentes, pitorescos, engraçados. Seriedade, profundidade, diversão. O autor não se limita a falar de Francesco Matarazzo - por mais que essa biografia já exija fôlego. Ele vai muito além, e também traça perfis de outros Matarazzo, como Ciccilo, empresário industrial, mecenas e homem da cultura.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...