AJUDE O BLOG - COMPRE LIVROS NO LINK

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Dashiell Hammett - Tiros da Noite


A Editora Record publicou o livro Tiros da Noite de Dashiell Hammett que tem a seguinte sinopse, segundo o blog (http://colecaonegra.blogspot.com/):

Clássico noir, TIROS NA NOITE é uma homenagem da Coleção Negra a um dos maiores escritores policiais de todos os tempos, Dashiell Hammett, no ano do 40º aniversário de sua morte (2001). São vinte histórias raríssimas em traduções assinadas por escritores brasileiros como Marcos Santarrita, Heloisa Seixas, Rubem Mauro Machado, Luiz Antonio Aguiar, Roberto Mugiatti, Alexandre Raposo, Rafael Cardoso e Ivanir Calado.

Dashiell Hammett, autor de obras-primas como O Falcão Maltês e A Ceia dos Acusados foi não apenas um dos grandes criadores da literatura policial, mas um dos mais importantes escritores americanos do século XX. Por intermédio de seus contos e romances extremamente populares, revelou ao público, a partir dos anos 1920, um Estados Unidos que poucos conheciam até então: um país onde a corrupção comia solta, o crime organizado dominava e paixões violentas regiam a vida das pessoas.

A experiência de Hammett como detetive da famosa agência Pinkerton foi de extrema importância na criação de tramas e personagens inesquecíveis, como Sam Spade e o casal Nick e Nora Charles, que após o sucesso nas livrarias brilhariam ainda mais nas telas dos cinemas. Tamanho sucesso, já na década de 30, levou o autor para Hollywood, onde trabalhou até o início dos anos 50.

Envolvido com política, viu sua carreira terminar abruptamente quando, em 1951, foi condenado por desacato ao recusar-se a entregar colegas a um juiz federal durante a caça às bruxas do macarthismo. Seus últimos dez anos de vida foram passados em isolamento, numa cabana no interior de Nova York.

Em 1961, sem dinheiro e incapaz de escrever, morreu aos 64 anos de idade, de câncer de pulmão, considerando-se um fracasso literário. Com o passar do tempo, o público tomou consciência da importância de Hammett. Quarenta anos depois de sua morte, vinte de suas melhores histórias, há muito longe das prateleiras, foram reunidas neste volume. Uma seleção do melhor de Dashiell Hammett, em traduções à altura de seu talento.

A difícil tarefa foi dividida entre grandes escritores-tradutores, que procuraram transpor para o português dos nossos dias a gíria e o comportamento dos bandidos, pistoleiros, políticos corruptos, prostitutas, informantes, assassinos de aluguel e vigaristas que perambulavam pelas ruas molhadas da Califórnia dos anos 20. Uma justa homenagem a um dos maiores escritores do século XX. Um clássico da Coleção Negra dedicado ao maior de todos os mestres da ficção policial.





"Hammett fez diversas vezes o que só os melhores escritores são capazes. Ele escreveu cenas que pareciam nunca terem sido escritas antes." - Raymond Chandler

"Hammett foi insuperável." - Ross Macdonald

"Quem não lê Dashiell Hammett perde muito dos Estados Unidos." - Dorothy Parker

"Os diálogos de Dashiell Hammett só podem ser comparados aos melhores de Hemingway." - André Gide

"Um dos melhores escritores americanos contemporâneos." - Gertrude Stein

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...